MENU DO CAFÉ RIO GRANDE

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

VILLA FRANCISCA

Sobrado no estilo Normando, construído no ano 1919 por Francisca Assumpção Osório e Dr. Fernando Luis Osório. O prédio tem dois pisos com um sótão. O telhado com telhas francesas. Há relatos que neste prédio foi recepcionada Dona Darcy, esposa do Dr. Getúlio Vargas, então Presidente do Estado do RS. Neste sobrado o Escultor Antônio Caringi teve instalado seu atelier.

VISTA GERAL DO PRÉDIO

VISTA DA SACADA
Fonte: Desenho: Artista Plástico Geraldo Silva; Histórico: Site da Prefeitura Municipal do Rio Grande

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

HOTEL ATLÂNTICO

O Hotel Atlântico permanece como um marco histórico do município do Rio Grande.  Para a fomação de um balneário foi necessário, além da ferrovia, um local que servisse refeições e hospedagem.  Assim surgiu junto com o Balneário o chamado inicialmente Hotel do Cassino.  O hotel  teve sua construção iniciada há mais de 110 anos pela Companhia Carris de Urbanos,  sucedida pela Companhia de Bonds Suburbanos da Mangueira.   Na inauguração da linha férre em 26 de janeiro de 1890 o hotel ainda não tinha sido concluído, mas já dispunha de alguns quartos. No começo da segunda temporada de veraneio, o hotel já contava com mais aposentos e um amplo salão, no qual eram servidas refeições.  Ao final da construção, o hotel, que mais tarde ganharia o nome de "Atlântico", ficaria com 136 quartos. 

VISTA NOROESTE

FACHADA

sábado, 9 de outubro de 2010

ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DO CASSINO

O prédio da Estação Ferroviária do Cassino foi construído em 1899, em estilo eclético, para  os passageiros de trem do ramal da Costa do Mar.  Este ramal saía da Estação da Junção em Rio Grande até a Vila Siqueira (atual Balneário Cassino).   Esta linha férrea foi inaugurada em 1890 pela Cia de Carris Urbanos de Rio Grande para levar materiais de construção e alimentos da cidade para o elegante Balneário Cassino.  Em 1891 a linha foi incorporada pela Viação Rio-Grandense.  Em 1898 teve início o transporte de passageiros.  Em 1900 o ramal passou para Southen Brasilian Railway.  A edificação deixou de ter o uso ferroviário em 1960 com a extinção desta linha. Atualmente o prédio é utilizado como espaço cultural do Balneário Cassino.

FACHADA SUL

FACHADA LESTE

DETALHE DA FACHADA NOROESTE

FACHADA NOROESTE


DETALHE DA FACHADA  SUDESTE

DETALHE DA PORTA

domingo, 26 de setembro de 2010

PALACETE DO CONDE BIANCHINI

O Palacete da Avenida Rio Grande no Balneário Cassino foi mandado construir, em 1919, pelo comerciante Carlos Alberto Cuello.    O riquíssimo sobrado em estilo liberty italiano, muito usado no veraneio da Toscana,  foi projetado por Alberto Rheingantz.  Desde 1964 o palacete é de propriedade do Conde Francisco Bianchini.


VISTA OESTE


VISTA FRONTAL


PORTÃO EM FERRO


MIRANTE


SACADA


ANJO EM MÁRMORE


VISTA LESTE DA FACHADA


    VISTA LATERAL DO SAGUÃO
Nota: Croqui do Palacete do artista Geraldo Silva

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

RUA AQUIDABAN

Este prédio foi residência do Intendente do Município do Rio Grande, Dr. Trajano Augusto Lopes


FACHADA


FACHADA VISTA DE LADO

terça-feira, 31 de agosto de 2010

RUA MARECHAL FLORIANO

FACHADA

DETALHE DA JANELA

DETALHE DA PORTA

COMPANHIA UNIÃO FABRIL (OU FÁBRICA DE TECIDOS RHEINGANTZ)

A Companhia União Fabril foi fundada em julho de 1873, mas começou suas atividades no ano de 1874.  Esta fábrica de tecelagem marca o início da industrialização na cidade do Rio Grande.  Idealizada por Carlos Rheingantz, brasileiro e filho de alemães, juntamente com o alemão Herman Vater.   A partir de 1885 foram construídas residências para abrigar parte dos funcionários.   As moradias tinham estilo e valor diferenciado de acordo com o cargo que o respectivo morador exercia na fábrica.   A Vila Operária, um conjunto de  moradias em fita,  construída com as paredes laterais comuns  entre si e com um único telhado de uma água para todas as casas.   No lado oposto da Avenida Rheingantz com padrão diferenciado se localiza as residências que eram destinadas aos mestres e engenheiros da fábrica, na maioria estrangeiros.  As casas foram construídas de acordo com a nacionalidade desses funcionários, com predominância do estilo germânico.  Além das residências, a fábrica construiu em 1911, no interior do seu sítio industrial, um prédio no estilo enxaimel, denominado Cassino dos Mestres.   Era uma espécie de hotel de luxo reservado para cerimonias sociais, como também para hospedagem dos funcionários do alto escalão da Companhia.    No parque fabril também foi construído um prédio para abrigar a Sociedade de Mutualidade que prestava serviços assistênciais aos empregados, uma escola e uma cooperativa.

FACHADA DA FÁBRICA

DETALHE DA FACHADA DA FÁBRICA

DETALHE DA CAIXA D'ÁGUA

CLUB CAIXERAL

O Clube Caixeiral foi fundado em 3 de maio de 1895.  O prédio da sede social do Clube, em estílo neoclássico, foi inaugurada em 1912.  A Entidade possui em seu acervo uma biblioteca com diversos livros, jornais e fotografias, além dos móveis e utensílios de grande valor histórico-cultural.


FACHADA

DETALHE DA FACHADA

TEATRO MUNICIPAL DO RIO GRANDE

Prédio inaugurado em 3 de maio de 1929. Mandado contruir para atividades do Cine Theatro Avenida por Antônio Marques Figueiredo e João Pereira de Andrade. Tem sua fachada em estílo neoclássico composta por três portas principais separadas por dois pilares de seção retangular, encimadas por vitrais e emolduradas por cercadura em massa em continuidade com as duas pilastras externas. Apresenta também outras duas portas menores nos extremos da construção e  portões que dão acesso aos corredores laterais.  No alto do frontíspício há a epígrafe com o nome da casa de espetáculos e a data de sua construção.  Atualmente, em plena atividade,  no prédio funciona o Teatro Municipal do Rio Grande.

FACHADA

DETALHE DA FACHADA

DETALHE DA DATAÇAO NA PLATIBANDA 

DETALHE DA PORTA